Motorista do Transcol acusa vigilante de agressão em terminal

191332 4ad3a2459e831 Motorista do Transcol acusa vigilante de agressão em terminal
Motorista reclama de aumento nas ocorrências

O motorista agredido dentro do ônibus da linha 876 (São Patrício Terminal Jacaraípe) na manhã de ontem e policiais militares da região reclamaram que a partir dessa época do ano o número de confusões e ocorrências dentro dos terminais e nos ônibus aumentam.

“A partir desse mês até o Carnaval é muita confusão porque o fluxo de pessoas aumenta. E aí a gente tem que ter o domínio da situação”, falou o motorista agredido, que trabalha há 11 anos na mesma empresa como motorista.

1CMP Motorista do Transcol acusa vigilante de agressão em terminal

Os policiais militares que atenderam a ocorrência também informaram que as ocorrências dentro dos terminais que acabam em briga também são comuns nessa época do ano.

A assessoria de imprensa da Ceturb informou que a partir de novembro é realizado um trabalho em conjunto com a Polícia Militar de intensificação da segurança nas praias. Outra medida de prevenção é o reforço da frota de veículos nos horários de ida e volta das praias.


Um motorista de ônibus do sistema Transcol contou que foi agredido no início da manhã desta segunda-feira dentro do Terminal de Jacaraípe, na Serra. Ele revelou que um passageiro exaltado, que é vigilante patrimonial, o agrediu com um soco no rosto e xingamentos.

Toda a confusão começou porque o vigilante patrimonial de 33 anos de uma empresa particular e que faz segurança de um outro terminal da Serra entrou no ônibus e demorou para pagar a passagem. Nesse momento, o motorista teria perguntado o motivo da demora e perguntado se o passageiro não tinha o dinheiro. O vigilante não gostou e, em seguida, teria tirado o dinheiro do bolso e mostrado também seis projéteis de calibre 38.

O motorista revidou falando “por que você não falou antes que tinha o dinheiro e não pagou a passagem?”. O  vigilante partiu para cima do motorista e o agrediu com um soco no rosto. O cobrador interveio na confusão e chamou um vigilante do terminal para separar a briga. Eles conseguiram imobilizar o vigilante e acionaram a Polícia Militar.

Quando a polícia chegou, o vigilante estava tão exaltado que quebrou o vidro da báscula da sala onde estava aguardando a polícia. Todos os envolvidos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Judiciária(DPJ) da Serra.

O delegado de plantão Robson de Lemos Martins informou que ninguém foi autuado. Ele ouviu as declarações das duas partes. E informou que o vigilante acusado de agressão pelo motorista não responderá processo porque o motorista preferiu não representar contra o vigilante.

Vigilante admitiu ter bebido

O vigilante de 33 anos acusado de agredir um motorista de ônibus do sistema Transcol, na manhã de ontem, dentro do Terminal de Jacaraípe, na Serra, admitiu para a imprensa que ingeriu bebida alcoólica antes de ir trabalhar.

A confusão aconteceu às 5h30. O vigilante contou que estava indo trabalhar e que assumiria o trabalho às 7 horas para afzer a segurança num outro terminal do município. Ele trabalha numa empresa particular de vigilância e transporte de valores há sete meses.

A munição que o vigilante usou para intimidar o motorista agredido é dele mesmo. Ele contou que comprou os projéteis e, portanto, afirmou que a munição não era da empresa onde trabalha.

Após a confusão ter sido apartada, o vigilante foi detido por policiais da 2ª Companhia (Jacaraípe) do 6º Batalhão da Polícia Militar e conduzido para o DPJ da Serra. Durante o trajeto, ele ofereceu resistência e danificou uma radiopatrulha da Polícia Militar.

Após prestar declarações ao delegado de plantão, ele foi liberado.

 Motorista do Transcol acusa vigilante de agressão em terminal
Você pode deixar uma resposta, ou Rastrear a partir de seu próprio site.

Sem Respostas para “Motorista do Transcol acusa vigilante de agressão em terminal”

  1. Anônimo disse:

    E´por causa de certos vigilanes que nossa classe não é respeitada…….vigilante oque? esse é um cachaceiro irresponsavel :10976:

  2. Sem Esperança disse:

    Culpado tbm é aquela fábrica de vigilante, o CTPS. Tem q mudar a lei, pra ser vigilante tem q ter o sengundo grau. :yes111:

Deixe uma resposta

Google+
Powered by WordPress | Designed by: Premium Themes. | Thanks to Juicers, Free WP Themes and
Shares
http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/fb.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/INT.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/sch-2.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/tw.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/you.png