Perito mata vigilante com tiro na cabeça em condomínio de Ipitanga, diz polícia

108x108 http   1.bp.blogspot.com  y8SN9zlEG9w Trex td6ApI AAAAAAAAG34 HU uTUn2rb4 s1600 crime scene mgmt1 2405 Perito mata vigilante com tiro na cabeça em condomínio de Ipitanga, diz polícia

Um vigilante foi morto com um tiro na cabeça na noite de quarta-feira (4) em um condomínio localizado na rua Rua Oswaldo Barreto, em Ipitanga, na Região Metropolitana de Salvador. O criminalístico Urandi Alves de Santana, 52 anos, foi preso sob suspeita de ter cometido o crime.

Conforme informado pela Polícia Civil na tarde de hoje, moradores do local informaram que Urandi disparou um revólver calibre 38 apenas por ter se incomodado com o som do apito utilizado pelo vigilante José Erlon Oliveira da Santana, 32, nas rondas pelo condomínio.

Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado. Ainda de acordo com a polícia, os vizinhos, revoltados com o crime, tentaram invadir a casa do perito, mas foram contidos por investigadores da 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas), com o apoio de uma guarnição da Polícia Militar.

Interrogado pelos delegados Jackson Carvalho e Rejane Dourado, ele recusou-se a falar sobre o homicídio, praticado, segundo a corregedora chefe, Iracema Silva de Jesus, por motivo fútil e sem que a vítima tivesse chance de defesa.

1CMP Perito mata vigilante com tiro na cabeça em condomínio de Ipitanga, diz polícia

O perito foi encaminhado para a Corregedoria da Polícia Civil (Correpol), no Rio Vermelho, onde permanece à disposição da Justiça Criminal. O revólver calibre 38, com quatro cartuchos intactos e um deflagrado, foi apreendido com o perito e encaminhado para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Desentendimento
De acordo com a polícia, Urandi havia se desentendido com o vigilante alguns dias antes do crime, por este ter lhe comunicado que os moradores do condomínio estavam incomodados com o latido e a ferocidade de seu cachorro, com o qual passeava à noite pela Rua Oswaldo Barreto e adjacências.

Ele exercia a função de perito criminalístico há 12 anos. Em nota, o DPT informa que Urandi responderá a Processo Administrativo Disciplinar (PAD) que será instaurado pela Corregedoria do DPT para apurar as circunstâncias do fato.

Após a conclusão do PAD serão tomadas as medidas correicionais necessárias, segundo informou em nota a instituição. A Polícia Técnica informa ainda que o perito não estava em atividade no momento do crime e que a arma apreendida com ele era de uso pessoal.

 Perito mata vigilante com tiro na cabeça em condomínio de Ipitanga, diz polícia
Você pode deixar uma resposta, ou Rastrear a partir de seu próprio site.

Sem Respostas para “Perito mata vigilante com tiro na cabeça em condomínio de Ipitanga, diz polícia”

  1. matou um trabalhador com um tiro na cabeça e simplesmente vai responder com apenas um processo administrativo.isso é brazil.

Deixe uma resposta

Google+
Powered by WordPress | Designed by: Premium Themes. | Thanks to Juicers, Free WP Themes and
Shares
http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/fb.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/INT.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/sch-2.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/tw.png http://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/you.png