Um dos inúmeros buracos das paredes da Delegacia de Jardim América, em Cariacica, foi usado para a fuga de 33 presos no início da noite de ontem. No local, estavam detidos 257 pessoas, divididas em oito celas, onde a capacidade é de apenas 48 presos. Os fugitivos saíram por um buraco aberto pela manhã nos fundos da cela 6, cuja parede faz limite com uma rua. Mais cedo, o local havia sido tapado com concreto, que ainda estava úmido quando foi retirado para a fuga. Câmeras A cela onde foi aberto o buraco havia sido isolada e fechada com um cadeado, que foi quebrado pelos presos. Segundo a polícia, a fuga não foi detectada logo no início, pois as imagens das câmeras de segurança – que vigiam as proximidades da unidade policial – não foram visualizadas a tempo pelos agentes. O grupo de fugitivos seguiu em direção ao Cobi de Cima, em Vila Velha. Cerca de seis viaturas da Polícia Militar e do Batalhão de Missões Especiais fizeram diversas ronda da região. Até o fechamento desta edição, apenas três foragidos haviam sido recapturados. Na manhã de ontem, os detentos tentaram, mais uma vez, fugir da cadeia. Mas sem a sutileza de fazer um túnel ou serrar as grades das celas às escondidas. Dessa vez, fizeram um buraco nos fundos da cela 4 – que sai no pátio interno da delegacia –, e na parede da cela 6, cuja parede lateral faz limite com uma rua. Na parede lateral, uma frase diz que "nem nos tempos da Roma Antiga, o cidadão era jogado dessa maneira aos leões". (Com informações de Nuno Moraes)

Leave a Reply

Your email address will not be published.