Os três jovens que se entregaram para a polícia assumindo participação no roubo à loja da Ferrari, em Vila Velha, prestaram depoimento ao delegado responsável pelo caso e estão livres. As oitivas duraram quase três horas. Como não foram presos em flagrante e não tinham mandados de prisão expedidos contra eles, os três respondem pelo crime em liberdade. Algo que, segundo o delegado Márcio Braga, pode mudar. "Eles não ficaram presos e por enquanto respondem em liberdade. Mas eu posso decidir pedir a prisão preventiva deles, se eu descobrir que eles cometeram outros crimes na Grande Vitória. Isso caracterizaria formação de quadrilha", explicou o delegado.
Foto: Reprodução TV Vitória
Igor Patrão Pinto Soares, de 28 anos; Iuri Tadeu Moreira Costa, de 20 anos; e Luiz Fernando Siqueira, também de 20 anos, chegaram à Divisão de Crimes Contra o Patrimônio, na Serra, por volta das 11h50, em uma caminhonete preta conduzida por um advogado. O roubo teria sido uma "brincadeira" feita pelo grupo. Em depoimento, culparam o único dos quatro que não se entregou. Bruno Lara, conhecido como "Portuga", natural de Portugal, seria filho de uma diplomata do país. "Eles ficaram jogando a culpa uns nos outros, mas se reconheceram nas imagens e admitiram o crime. Dizem que o culpado foi o que não veio. Mas não tem essa de brincadeira. As imagens são muito claras. Eles estavam lá é para roubar. Não existe brincadeira de roubar nesse país", afirmou o delegado.
Foto: Reprodução TV Vitória
Os três foram autuados por furto duplamente qualificado. Se julgados culpados, cada um pode pegar de dois a oito anos de prisão. "São todos de classe média alta", afirma. Igor e Luiz Fernando são naturais de Campos dos Goytacazes (RJ) e devem retornar para o apartamento onde estavam residindo, na Praia do Canto, em Vitória. Já Iuri deve retornar para o Rio de Janeiro, onde é natural e reside. Solução "amigável" O proprietário da loja roubada, André Portugal, e a funcionária que os atendeu estiveram na delegacia para fazer o reconhecimento dos jovens. O empresário afirma que, durante a semana, os jovens entraram em contato com ele por várias vezes tentando encontrar uma maneira amigável de resolver a questão. Queriam, inclusive, devolver os produtos roubados diretamente a ele. "Tentaram entregar ontem [terça-feira] e eu não quis aceitar. Disse que deveriam entregar na delegacia. O material foi furtado. Não posso simplesmente aceitar isso", explicou. Confira o vídeo do assalto à loja da Ferrari: Uma brincadeira Em uma das ligações, um dos jovens tentou justificar para o empresário o motivo do roubo. "Falou que era uma brincadeira. Que eles apostaram quem conseguiria. Eles não acharam que aquilo poderia tomar a proporção que tomou. Isso mostra que os pais precisam estar mais próximos dos filhos. Pai acha que cuidar do filho é dar dinheiro e um carro de luxo. Pai tem que dar educação", opinou. A rendição dos acusados já havia sido marcada entre o advogado e o delegado. Na tarde de terça-feira, o representante dos jovens foi até a unidade policial e devolveu os produtos roubados da loja da Ferrari, entre eles um celular, um relógio e diversas camisas. Somadas, as mercadorias valem mais de R$ 7 mil.

    8 replies to "Jovens que roubaram a loja da Ferrari prestam depoimento e são soltos (É mole?)"

    • JAILSOM

      aposto q o delegado e amigo desses canalhas!!!! por isso os-liberou! como q pode liberar ladrao so no brasil q acontece isso mesmo afffff

    • Juliano Brodehood

      Os caras são ricos, rolou muito dinheiro!

    • rosangela

      Acho que deveria ter punição para eles pois são jovens que não tem nehuma necessiade de fazer o fez. Pois o prejuizo fica para a vendedora que está na loja, que trabalha o dia inteiro para ganhar seu salario e para malandro igual a eles chegarem e furtarem.
      Ao inves de musculos deviriam pensar mais.
      Punição já para eles.

    • Tiago

      Esse Brasil é uma vergonha, a lei, a constituição, o código penal tinham que serem alterados, colocando assim só pobre, negro, e misarável podem ser presos.
      já ricos, deputados, vereadores, filinhod de papai, podem fazer o que quer, é só pagar que ficam ilesos.

    • Bruna

      Cadeia neles, pelo visto ñ foi a primeira vez, imagina quantas vezes uma vendedora pagou estoque por causa desses vagabundos….
      Pessoas que saem de casa pra trabalhar e ganhar seu dinheiro honetamente e vem esses caras pra tirar a metade do seu salário.
      E esses caras nem todos são ricos só tiram onda de roupa roubada e carro clonado, eu infelzmente os conheço. Cadeia neles mais uma vezzz!!!!

    • Abel Wilson

      As cadeias do Brasil segundo a Amnistia Internacional sao desumanas e de terceiro mundo. Nem servem para rico nem pobre.

    • maurício

      eles ja faz isso ha muito tempo!!!!!
      por nao ter dado certo falaram que era so brincadeira.
      isso e uma vergonha eles deveriam estar a onde?
      mais eles tem dinheiro!!!!
      mais o pior estar por traz deles que e o laranja Igor Patrao envolvido com a prefeitura de campos. Ele e laranja do pessoal da mac center k estar envolvida com os furtos da preifetura quando era de Arnaldo. e tem muito mais ae!!!!! so os federais para investigar

    • WALMIR

      Eles sao formadores de uma quadrilha, onde sao comandados por portugueses que juntos forman um grupo de assaltos a lojas e carros fortes. o bruno é o mandante dos outros. mais ele nao é o chefe. o chefe dele se encontra no brasil foragido de portugal e comanda tudo isso de dentro de salvador. nao quero depor mais sobre isso pois pode ser ruin para mim

Leave a Reply

Your email address will not be published.