O assalto que terminou com a morte do vice-presidente da escola de samba São Torquato, no Centro de Vitória, deixou muita gente alarmada. Ele tinha acabado de deixar um banco, onde havia retirado um empréstimo pessoal de R$ 2 mil. Ficou o alerta de que é preciso ter cuidado ao sair de agências. Muitos criminosos ficam nas proximidades dos bancos vigiando os clientes. Quem sai displicente ou ainda segurando pacotes e bolsas, é alvo certeiro. "Não é aconselhável sair com grande quantia de dinheiro de bancos. Se não tiver alternativa, tem que ficar tento. Colocar em prática o poder de observação. Ir sempre acompanhado. Vendo situação suspeita, não sair do banco. De dentro do banco ligar para a polícia", explica o diretor do Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciodes), major Nilton Rodrigues. Muita gente já aprendeu a lição. "Eu evito deixar volumes nos bolsos, por exemplo, e mantenho a carteira sempre na frente. Procuro guardar bem escondidinho", disse o comerciante Mauro Pimenta. O aposentado Antônio Ramos também fica alerta. "Eu ando atento. A gente sabe que até dentro dos ônibus tem batedor de carteira. Eles até reconhecem a gente, sabem que a gente sabe das intenções deles. Quando nos vêem, descem dos ônibus", contou. Dicas de segurança

Leave a Reply

Your email address will not be published.