Créditos: Reprodução TV Quinze homens armados com fuzis atiraram em veículos para bloquear a Rodovia Anhanguera em Araras, em São Paulo, e assaltar dois carros-fortes na noite de quinta-feira. O motorista de um carro que passava pelo local foi atingido por um tiro e morreu na hora. Ninguém foi preso. A empresa responsável informou que R$ 20 mil foram levados. Os criminosos agiram rápido e atiraram nos pneus de vários veículos para bloquear o trânsito. “Vimos um carro saindo para o canteiro, outro para o acostamento, e aí já chegaram atirando nos nossos pneus”, disse uma testemunha. A quadrilha seguiu os dois carros-fortes. O que fazia a escolta teve o para-brisas metralhado, bateu em um ônibus e um caminhão e atravessou o canteiro central. Com o uso de explosivos, os criminosos abriram o cofre. Em seguida, sacaram os malotes e fugiram. Dois vigilantes ficaram feridos por estilhaços de vidro. Uma bala perdida atingiu um motorista de um carro que passava pela estrada no momento da confusão. Ele morreu na hora. A ação é muito parecida com a que ocorreu no mês passado na região de Amparo, a 133 km de São Paulo. Um carro-forte foi atingido por vários tiros de fuzil. Os criminosos também jogaram um explosivo que destruiu a parte interna do veículo. A suspeita é que os dois crimes tenham sido cometidos pela mesma quadrilha. Os vigilantes feridos foram para o hospital, mas já tiveram alta.

Leave a Reply

Your email address will not be published.