SENADORES ATRASAM CONCESSÃO DE ADICIONAL PARA OS VIGILANTES

Dez senadores podem ser suficientes para derrubar ou, no mínimo adiar por muito tempo o sonho de um milhão e trezentos mil vigilantes em todo o país. Quando o prazo para a apresentação de recursos ao relatório já votado na Comissão de Assuntos Sociais do Senado já se esgotava, o grupo de parlamentares apresentou um recurso pedindo para que a proposta, que incluiria os vigilantes brasileiros na lista das profissões sujeitas à risco de vida e, portanto, ao pagamento do adicional de 30% fosse apreciado pelo plenário da Casa. (mais…)

Guardas da Blackwater participaram em operações da CIA

WASHINGTON — Guardas da empresa de segurança privada Blackwater participaram em operações secretas da CIA no Iraque e no Afeganistão, informa nesta sexta-feira o jornal The New York Times, que cita ex-funcionários e agentes da inteligência. Os guardas da Blackwater - empresa conhecida por abusos no Iraque, especialmente pela morte de 17 civis na praça de Nisur, em Bagdá, em setembro de 2007 - participaram em missões para capturar e matar insurgentes nos dois países citados. "Era uma relação muito estreita. Havia uam sensação de que a Blackwater eventualmente se converteria numa extensão da agência", afirmou uma fonte dos serviços de inteligência. (mais…)

Operação fecha 50 empresas de segurança privada no Rio Grande do Sul

Rio Grande do Sul - A Polícia Federal (PF) realizou, nesta semana, uma operação com o objetivo de fiscalizar empresas irregulares e clandestinas que atuam no setor de segurança privada, no Rio Grande do Sul. De acordo com a PF, em quatro dias, foram vistoriadas 35 agências bancárias, 70 empresas de vigilância e 30 casas noturnas. Entre as empresas, 50 foram autuadas como clandestinas e foram fechadas. A operação, denominada Varredura, foi realizada com base em investigações e denúncias e contou com a participação de 100 policiais federais, abrangendo mais 13 delegacias do interior do Estado. Segundo a PF, qualquer empresa de segurança privada deve ter autorização para exercer suas funções. As empresas autuadas terão 10 dias para recorrer. No Estado existem 117 empresas de segurança privada e dez escolas de formação de vigilantes, além de 35 mil funcionários na função.

SineBahia oferece 110 vagas para vigilantes

O SineBahia irá oferecer, nesta quarta-feira (2), um total de 110 vagas temporárias para vigilantes. Para se candidatar é preciso ter, no mínimo, o 2º grau completo, curso atualizado de vigilante e experiência mínima de seis meses comprovados em carteira. Os interessados devem dirigir-se à unidade central do SineBahia, na avenida ACM nº. 3.359, Edifício Torres do Iguatemi, ou aos postos do SAC. O horário de funcionamento é das 8h às 17h, mas as senhas são distribuídas a partir das 6h30. É preciso levar Carteira de Trabalho, RG, CPF e Comprovante de Residência. (mais…)