Dando seguimento à campanha salarial 2010/2011, realizada pelos sindicatos dos vigilantes em todo o Estado, a Força Sindical e o Sindicato dos Vigilantes do Rio Grande realizaram no Centro, na tarde de ontem, um ato público protestando por melhores condições para os trabalhadores de segurança privada. Adicional de periculosidade, reajuste do salário, redução da jornada de trabalho e vale-alimentação são as principais reivindicações da campanha que neste ano tem como tema "Campanha Salarial – Pela Dignidade do Vigilante". A movimentação reuniu, além de vigilantes rio-grandinos e seus familiares, representantes dos sindicatos de vigilantes de Santa Cruz e São Leopoldo e Sindicato Bancário do Rio Grande.

O protesto iniciou-se no Largo Dr. Pio e seguiu em passeata pela Marechal Floriano Peixoto até o banco Bradesco. Com bandeiras, faixas e carro de som, os trabalhadores seguiram lutando para manter o direito das cláusulas previstas em convenção coletiva de trabalho. Segundo o secretário de finanças do sindicato, Flávio Maciel, hoje os bancos são os maiores empregadores de vigilantes privados no país e a pressão tem que partir deles para garantir esses direitos, por esse motivo, a marcha seguiu pela rua onde está concentrada a maior parte dos bancos da cidade. De acordo com o presidente do Sindicato dos Vigilantes do Rio Grande, Pedro Aguiar, a classe deve unir forças em todas as cidades do Rio Grande do Sul para formular uma pauta e apresentar à classe patronal até o começo de março, visto que a data-base da categoria se inicia em abril. Conforme o presidente do Sindicato de Santa Cruz, Paulo Lara, "a união que vai falar mais alto na hora das negociações". Tatiane Fernandes


    1 Response to "Vigilantes protestam por melhores condições de trabalho (Rio Grande)"

    • alozir de oliveira

      ola rapazes temos ai juntos e miturados

Leave a Reply

Your email address will not be published.