O vigilante Jorge Ferreira Alexandre, de 47 anos, confessou que atirou no cozinheiro Reginaldo da Silva, de 47 anos, depois que ele se recusou a fechar a janela do ônibus. A vítima morreu a caminho do Hospital. O vigilante foi preso por policiais da Divisão de Homicídios, quando estava indo para o trabalho na Avenida Rio Branco, no Centro, na noite desta quarta-feira. O revólver calibre 38 que foi usado para fazer o disparo foi encontrado junto com Jorge. O acusado contou ainda que foi trabalhar depois que praticou o crime. A briga aconteceu na terça-feira quando o veículo da Linha 415 (Usina-Leblon) passava por Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro.

Leave a Reply

Your email address will not be published.