Assaltantes de carro-forteno Espírito Santo chegam de Minas para audiência

Os assaltantes que roubaram mais de R$ 1,6 milhão de carro-forte em Vila Velha, no ano passado, foram transferidos nesta quinta-feira (10) para o Espírito Santo sob forte esquema de segurança. Eles estão presos em Minas Gerais e foram trazidos ao Estado para participar de uma audiência em Vila Velha. Os criminosos chegaram a Vitória em uma aeronave do governo de Minas Gerais. João Ferreira Lima e Paulo César Miguez foram recebidos pela polícia em um forte esquema de segurança, no pátio do terminal. Agentes dos dois estados participaram da ação. "São dois presos de altíssima periculosidade: são seqüestradores, latrocidas e homicidas. O comando da polícia de Minas fez contato com o juiz e conosco para pedir uma equipe de segurança eficiente porque, quando eles foram ser ouvidos em São Gotardo, houve uma tentativa de resgate, inclusive com a apreensão de armamento pesado", explicou o superintendente de Polícia Prisional, Gilson Lopes. Do aeroporto da Capital, os homens saíram escoltados para o Fórum Criminal de Vila Velha. Eles participam de uma audiência sobre o assalto a um carro-forte ocorrido na cidade no ano passado. "Os dois participaram de um sequestro seguido de morte em Belo Horizonte e sequestraram um juiz na cidade de São Gotardo. Aqui, em Vila Velha, eles participaram do assalto ao carro-forte da Prosegur em 2008", disse. Os dois são acusados de participarem de vários assassinatos e roubos a bancos. Como o que aconteceu em março de 2008, em uma agência no Centro de Vila Velha. Fugiram levando R$ 1,6 milhão e ainda mataram Célia Barbosa, de 75 anos. Ela era cliente do banco e entrava na agência quando foi atingida por um tiro de fuzil. Os dois ainda são suspeitos de ter ligação com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Deixe uma resposta