Oito Vigilantes foram assassinados em serviço neste ano no Ceará

Oito vigilantes já foram assassinados este ano no Ceará, segundo dados do sindicato da categoria. O objetivo dos assassinos, na maioria dos casos, é roubar a arma de fogo dos vigilantes. Por causa das estatísticas, há quem prefira trabalhar desarmado. “[Um cassetete] é melhor que uma arma porque eles tomam as armas”, afirma o vigilante Bruce Veras, que faz a proteção de lojas das ruas do Centro de Fortaleza. Há uma semana, um vigilante foi morto em um terreno na Avenida Rogaciano Leite. Dois homens renderam o rapaz e anunciaram o assalto. Segundo a polícia, Leonardo Garcia Azevedo, de 32 anos, não reagiu. Ainda assim, foi baleado na cabeça. Os suspeitos levaram apenas a arma do vigilante. Sindicato De acordo com o presidente do sindicato da categoria, Geraldo Cunha, somente pessoas que foram devidamente preparadas e têm a autorização da Polícia Federal podem ser vigilantes. Além disso, eles devem estar cadastrados em empresas de segurança, do contrário, não podem utilizar armas de fogo em serviço. Mas os vigilantes legalizados são somente 13 mil, uma minoria diante dos mais de 30 mil clandestinos. “Como a segurança legalizada é um pouco cara, as pessoas vão buscar qualquer tipo de pessoa para fazer segurança. A estatística aqui no Ceará é que para cada um vigilante trabalhando legalizado, três estão de forma ilegal”, conta o Geraldo Cunha. Além da atuação clandestina, o uso do colete a prova de balas também é uma preocupação do sindicato devido as restrições. Para Elias da Silva, que trabalha há 19 anos como vigilante, qualquer equipamento de proteção ao trabalhador é essencial. Principalmente a arma de fogo e o colete. “Como é que você vai fazer segurança de um patrimônio ou uma vida sem uma arma ou um colete para se proteger?”, questiona.  

One thought to “Oito Vigilantes foram assassinados em serviço neste ano no Ceará”

  1. Pessoal eu acho que ja esta na hora dois sindicato batalha um porte de arma de fogo para os profissionais da area de segurança ,pois quem que morre nais maos de vagabundo. vc pois eu naô?

Deixe uma resposta