Um vídeo divulgado na internet mostra o atentado ao ônibus em São Luís, no Maranhão, na noite do dia 3 de janeiro, que levou à morte da garota Ana Clara Sousa, de 6 anos. Outras quatro pessoas ficaram feridas, incluindo a mãe da menina, Juliane Carvalho Santos, de 22 anos, e a irmã de um ano. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário do Maranhão, a gravação de 42 segundos é da câmera de segurança do veículo da empresa Trans Requinte, atacado na Vila Sarney a mando de detentos de uma facção criminosa do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. As imagens mostram um bandido armado rendendo os passageiros às 20h08 da última sexta-feira. Em seguida, enquanto as pessoas tentavam desesperadamente desembarcar do veículo, outros criminosos ateiam fogo no ônibus. Na correria, uma garota que seria Ana Clara cai na escada do veículo e é consumida pelas chamas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.