Vigilante e esposa são sequestrados para facilitar roubo a carro-forte em Campinas

Esposa de motorista do veículo seria 'garantia' durante assalto, diz polícia. Filha das vítimas suspeitou de ligação por telefone e acionou a PM. Um motorista de empresa de transporte de valores, a esposa dele e um pedreiro que prestava serviços na casa do casal foram sequestrados no início da noite de quinta-feira (13) em Campinas (SP) e mantidos reféns por quatro horas. O objetivo dos sequestradores, segundo a Polícia Civil, era manter a esposa do motorista refém como garantia para que ele facilitasse um roubo a carro-forte nesta sexta-feira (14). "A esposa ficaria de garantia para então hoje [sexta-feira]  a quadrilha efetuar o roubo do carro-forte que ele transportava. Ele renderia os colegas de serviço e teria um telefone para poder realizar as manobras dos bandidos", explica o delegado Filipe Rodrigues de Carvalho. As vítimas foram libertadas na madrugada desta sexta porque a filha do casal suspeitou de uma ligação telefônica feita com os pais e acionou a polícia. Durante depoimento no 1º Distrito Policial (DP), o motorista, a esposa dele e o pedreiro relataram aos investigadores que ao menos cinco sequestradores participaram da ação e que a quadrilha usava fuzis e armas longas. Ligação O casal foi sequestrado na casa onde mora e levado no carro da família para um cativeiro. O pedreiro prestava serviços na residência no momento da ação e também foi mantido refém. Durante a ação, a filha do motorista ligou para os pais e suspeitou das respostas dadas por eles. "O que complicou a ação dos bandidos era o desconhecimento da localização exata da filha. Eles queriam voltar e sequestrá-la para fechar a cadeia e evitar que alguém entrasse em contato com a polícia. Ela não parava de ligar", relata o delegado Filipe Rodrigues de Carvalho. Durante a noite, a filha estava na casa dos pais e ligou para eles. "Eles disseram: 'filha, fica calma que a gente já está em casa'. Mas eles não estavam. Foi nesse momento que desencadeou o problema que fez os sequestrados soltarem as vítimas e a filha acionar a polícia", completa o delegado. Assim que recebeu o chamado da Polícia Militar (PM) sobre o sequestro, a Polícia Civil foi até a casa da família e encontrou a residência revirada, mas sem que nada fosse levado. Durante a diligência, os delegados e investigadores foram avisados que as vítimas haviam sido liberadas em uma estrada de terra, entre Campinas e Jaguariúna (SP), de acordo com o delegado Carlos Barbosa Soares, que também participou da operação. No local também estava o carro da família usado no sequestro, que foi apreendido. As vítimas não ficaram feridas e passam bem. Os criminosos fugiram e até a manhã desta sexta-feira não haviam sido encontrados. Se você é Vigilante Compartilhe Vigilante QAP #COMPARTILHE #vigilante #portedearma #vigilanteqap #segurança #escoltaarmada #escolta #transportedevalores #carroforte
Você pode deixar uma resposta, ou Rastrear a partir de seu próprio site.

Deixe uma resposta

Google+
Powered by WordPress | Designed by: Premium Themes. | Thanks to Juicers, Free WP Themes and
Shares

“Ebook Grátis 20 Dicas para ser um Vigilante de Sucesso + Dica incrível de como conseguir sua vaga de EMPREGO.”

Baixe o seu agora
Esse Ebook vai te ajudar a:

  • Desempenhar melhor sua função.
  • Ser mais respeitado como profissional.
  • Conseguir uma possível promoção.
  • Conseguir uma vaga de emprego.
%d blogueiros gostam disto:
https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/fb.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/INT.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/sch-2.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/tw.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/you.png