Vídeo mostra bando de chefão da Maré ostentando fuzis durante fuga para a favela da Serrinha

Para a Polícia Federal, a prisão de Marcelo Santos das Dores, o Menor P, chefão da Maré, é um passo importante para a ocupação, “por conta do perfil violento do bandido”. No entanto, a constelação do Astro, como também é conhecido no complexo de favelas, ainda está à solta, como mostra um vídeo obtido com exclusividade pelo EXTRA. Nas imagens, gravadas em novembro do ano passado na favela da Serrinha, em Madureira, é possível ver o “bonde” do bandido desfilar, sobre motos, com pelo menos oito fuzis e outras armas à luz do dia pelas ruas da favela, em meio a moradores da região, inclusive alguma crianças. Na ocasião, os 25 bandidos que aparecem no vídeo haviam saído da Maré e percorreram uma distância de 8 quilômetros até a Serrinha de moto, por conta de uma operação policial que acontecia no complexo de favelas. Segundo agentes da Polícia Civil, esse caminho é feito com frequência pelos bandidos, que frequentam bailes funk na favela de Madureira, ocupada pela mesma facção. Além de fuzis, também é possível ver nas imagens os bandidos ostentando colares de ouro. Menor P não aparece nas imagens liderando o bonde. Em seu lugar, está o segundo homem da hierarquia da Maré: o irmão do chefão, Fabiano Santos de Jesus, o Zangado. Nas imagens, ele veste um colete usado pelo paraquedistas do Exército e usa um relógio dourado na mão direita. A mando de Menor P, Zangado gerenciava as bocas de fumo da Vila dos Pinheiros. Com o irmão preso, ele divide com Thiago da Silva Folly, o TH, gerente do Morro do Timbau e da Baixa do Sapateiro, o papel de novo número 1 da quadrilha. ‘Gerente? Não. Eu sou o dono da Maré’ Interrogado pelo titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes quando chegou à Superintendência da PF no Rio, na noite de anteontem, Menor P deu uma mostra de sua arrogância aos agentes. Quando perguntado sobre sua posição na hierarquia do tráfico da Maré, ele corrigiu o delegado: “Não, não sou o gerente, eu sou o dono da Maré”, teria dito, segundo Fábio Andrade. Nos últimos meses, entretanto, Menor P vivia uma crise com o outro grande chefão da facção solto, Fernando Gomes de Freitas, o Fernandinho Guarabu, chefão do Morro do Dendê, na Ilha do Governador. Segundo investigações da Polícia Civil, Guarabu não apoiou a tentativa de Menor P de apoiar a tomada de favelas da facção em Senador Camará, pelo bando de Fábio Augusto de Souza, o Fabinho Noronha — encontrado morto com sinais de tortura no dia 18 de março. Após o ocorrido, Menor P chegou a ser expulso de uma reunião da facção no Dendê. Na terça-feira, um dia antes da prisão, a Polícia Civil monitorou a fuga de bandidos da Maré para o Morro do Dendê. Fonte: Extra
Você pode deixar uma resposta, ou Rastrear a partir de seu próprio site.

Deixe uma resposta

Google+
Powered by WordPress | Designed by: Premium Themes. | Thanks to Juicers, Free WP Themes and
Shares

“Ebook Grátis 20 Dicas para ser um Vigilante de Sucesso + Dica incrível de como conseguir sua vaga de EMPREGO.”

Baixe o seu agora
Esse Ebook vai te ajudar a:

  • Desempenhar melhor sua função.
  • Ser mais respeitado como profissional.
  • Conseguir uma possível promoção.
  • Conseguir uma vaga de emprego.
%d blogueiros gostam disto:
https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/fb.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/INT.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/sch-2.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/tw.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/you.png