Um cabo da Polícia Militar de 40 anos foi assassinado nesta quinta-feira (12), no Setor Goiânia Viva, região oeste da capital. Segundo a Polícia Civil, a vítima estava junto com um colega, cada um deles em uma motocicleta. Ambos teriam sido contratados para fazer o transporte de um montante em dinheiro de valor ainda desconhecido. Um carro se aproximou e efetuou vários disparos, atingido três no militar, que estava de fogla e morreu na hora. O outro homem não se feriu. Responsável pelo caso, a delegada Silvana Nunes Ferreira, adjunta da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), disse que após atirarem, os suspeitos levaram o dinheiro e a arma do policial. Ela ainda não sabe que teria contratado os homens para fazer o serviço. Apesar de ter uma linha de investigação inicial, a polícia não descarta nenhuma hipótese. "A priori, nos leva a crer que seja um latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Porém, uma possível execução não é descartada. Se for um homicídio, nada impede que os criminosos tenham levado a arma e o dinheiro para confundir a investigação", afirmou ao G1. O cabo, que já tinha servido às Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), estava lotado atualmente no Comando de Operações de Divisas (COD). Com mais de 20 anos de corporação, a vítima era casada e além da mulher, deixa também três filhos e três enteados. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.   Fonte: G1

Leave a Reply

Your email address will not be published.