Após disparo contra estudante, vigilante entrega arma e foge da Universidade Federal da Bahia

O vigilante da Universidade Federal da Bahia (Ufba) que atirou contra um estudante de ciências contábeis na tarde desta quinta-feira (11) ainda não se apresentou à Polícia Federal.

Ele deixou sua arma na portaria da Universidade Federal da Bahia e fugiu, mas segundo a assessoria já foi identificado.

O estudante Daniel Sodré Benício Balthazar da Silveira, 28 anos, fez uma pichação de cunho religioso em uma parede lateral da Escola Politécnica e estava descendo a escadaria que liga o prédio ao campus de Ondina. De acordo com a assessoria da Ufba, logo depois o vigilante procurou saber quem havia feito o desenho e passou a seguir o aluno do curso de Ciências Contábeis pela escadaria. O vigilante pediu para o estudante parar, mas ele correu e foi baleado no ombro. Em seguida, o autor do disparo foi até a portaria da Ufba, onde entregou sua arma e fugiu. A Polícia Federal foi chamada ao local e já intimou o Grupo MAP, responsável pela vigilância na Ufba, a apresentar o homem envolvido no caso para ele prestar depoimento. Segundo a assessoria da terceirizada, a empresa também está mobilizada para investigar o caso. Daniel Sodré foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE), onde deu entrada por volta de 12h. Ainda de acordo com a assessoria da instituição, o estudante não foi atingido em nenhum órgão vital e não corre risco de vida. A Ufba informou que lamenta o caso e lembra que não orienta os vigilantes a atuarem dessa forma.

Segundo a assessoria da instituição, ele já foi identificado e será intimado a prestar depoimento

Deixe uma resposta