Vigilantes são presos ao se passarem por policiais

Eles foram detidos quando revistavam suspeitos. Os Vigilantes usavam algemas e até uma arma falsa para realizar as prisões. Dois vigilantes foram presos ao se passarem por policiais no bairro Marcílio de Noronha, em Viana, no Espírito Santo, na manhã deste domingo (13). Eles usavam algemas e uma arma falsa para revistar suspeitos. Os dois foram encaminhados à 4ª Delegacia Regional de Cariacica para prestar esclarecimentos. De acordo com um dos vigilantes, de 37 anos, há muitos assaltos em Marcílio de Noronha e falta segurança. Ele contou que ele e o amigo, também vigilante, de 34 anos, moram no mesmo bairro há mais de 30 anos. “Nós dois já fomos assaltados e vimos outros moradores passando pelo mesmo problema. Depois da greve da PM a situação no bairro ficou ainda pior. Tivemos a ideia sábado e hoje (domingo) acordamos cedo visando dar um apoio aos feirantes que trabalham na região, pois os assaltos costumam acontecer de manhã, quando a feira começa”, disse. O morador de 37 anos já atuou como inspetor penitenciário por designação temporária. E possui uma arma falsa, comprada em uma loja de paintball, atividade que ele afirma praticar. Já o de 34 anos possui um cinto tático e algemas. Segundo ele, os materiais eram usados em trabalhos de vigilância. Com esses materiais, os dois foram para a rua por volta das 6 horas e abordaram pelo menos duas pessoas. “Vimos dois suspeitos que pareciam estar traficando drogas. Nos identificamos como policiais e fizemos a abordagem. Como nada de ilícito foi encontrado, nós liberamos eles”, completou o homem de 37 anos. Mas a ação como “justiceiros” não durou muito tempo. Desconfiados, moradores da região entraram em contato com a PM, informando que havia dois homens armados se passando por policiais. Os policiais foram ao local e os vigilantes foram abordados. Eles contaram o que estavam fazendo, mas foram levados à delegacia de Cariacica, onde foram ouvidos e liberados na tarde deste domingo. A dupla, que não teve o nome divulgado, foi autuada por usurpação de função. De acordo com o delegado de plantão, Douglas Vieira, por se tratar de uma infração de menor potencial ofensivo, os vigilantes foram liberados.
Você pode deixar uma resposta, ou Rastrear a partir de seu próprio site.

Deixe uma resposta

Google+
Powered by WordPress | Designed by: Premium Themes. | Thanks to Juicers, Free WP Themes and
Shares

“Ebook Grátis 20 Dicas para ser um Vigilante de Sucesso + Dica incrível de como conseguir sua vaga de EMPREGO.”

Baixe o seu agora
Esse Ebook vai te ajudar a:

  • Desempenhar melhor sua função.
  • Ser mais respeitado como profissional.
  • Conseguir uma possível promoção.
  • Conseguir uma vaga de emprego.
%d blogueiros gostam disto:
https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/fb.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/INT.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/sch-2.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/tw.png https://vigilanteqap.com.br/loja2/wp-content/uploads/2016/07/you.png