Estudante é preso por tentar matar vigilante a golpes de cabo de madeira

De acordo com a polícia, na delegacia o estudante pareceu zombar dos fatos

Um estudante de 28 anos foi preso por tentativa de homicídio na tarde de terça-feira (6) em Itaquaquecetuba. Segundo a Guarda Municipal, ele se envolveu em uma briga em um bar e agrediu um vigilante de 51 anos a golpes de cabo de madeira em um terminal de ônibus da Praça Juscelino Kubitschek, na Vila Virgínia. A vítima, ainda de acordo com os guardas, teve afundamento no crânio e fratura no braço.

Na delegacia, os guardas contaram que viram uma briga na frente do banheiro do terminal. Quando eles se aproximaram, o estudante correu para dentro de um bar. Já o vigilante, ficou sentado no chão e sangrava bastante na cabeça. Os guardas chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que levaram o homem para o Hospital Santa Marcelina. Um cabo de madeira ensaguentado estava perto e foi apreendido.

Os guardas foram atrás do estudante, que tentou fugir e foi abordado na Rua Guaimbe. Segundo os relatos à polícia, ele resistiu, se debateu e empurrou os guardas. O suspeito não apresentava lesões aparentes, mas foi levado a um Centro de Saúde, onde foi medicado e liberado. Segundo a polícia, ele chegou a agredir um guarda.

Já na delegacia, de acordo com a polícia, ele pareceu zombar dos fatos, dizendo que tinha sido uma "briga boa e normal". De acordo com os guardas que atenderam o caso, a discussão começou em um bar.

De acordo com o boletim de ocorrência, o vigilante foi internado em estado grave no Hospital Santa Marcelina, com afundamento craniano e fratura no braço. O G1 pediu para a Secretaria Estadual de Saúde informações sobre o estado de saúde dele.

O estudante foi preso em flagrante e deve ser encaminhado à audiência de custódia. Além de tentativa de homicídio, ele também vai responder por resistência.

Deixe uma resposta