Vigilantes da Cefor entram em greve por causa de salários atrasados

Vigilantes da empresa Cefor Segurança Privada Ltda, terceirizados nas escolas públicas estaduais de São Luís, entraram ontem (14) em estado de greve por tempo indeterminado. A categoria realizou um ato público na porta da empresa, situada na Avenida João Pessoa, n° 260, no bairro do João Paulo, onde reivindicaram o pagamento dos salários e do tíquete alimentação, atrasados há dois meses. (mais…)