Segurança privada lucra R$ 400 milhões ao ano

Entre mão-de-obra particular e suporte eletrônico, o Brasil investe hoje cerca de R$ 5 bilhões em segurança privada por ano. São duas mil empresas que empregam cerca de 470 mil vigilantes. No Pará esse investimento chega a R$ 400 milhões anuais, arrecadados por 29 empresas regulares e que empregam 14 mil vigilantes. A perspectiva é que essa arrecadação seja bem maior, já que nessa conta não entram as empresas que prestam esse tipo de serviço, mas são consideradas clandestinas por não serem autorizadas a prestar segurança privada pela Polícia Federal. (mais…)

Sindseg_GV Informa

sindseginforma1

O sindesp em parceria com o sindvigilantes estão armando um abaixo assinado mascarado para os vigilantes assinarem e tirarem o Sindseg_GV e retornarem com o sindivigilantes que é comandado pelos patrões, cuidado com o que assinar, se você assinou algo que possa ser esse abaixo assinado pedimos que compareça imediatamente ao Sindiseg_GV que tomaremos as providencias. O SINDSEG ALERTA REUNIÕES ESTÃO SENDO FEITAS NAS EMPRESAS PARA COLHEREM ASSINATURAS PARA COLOCAR O SINDIVIGILANTES COMO ESTADUAL E DESSA FORMA TENTAREM ANULAR O NOSSO DISSÍDIO NÃO ASSINEM NADA!!!! AS EMPRESAS NÃO RECORRERAM DA SENTENÇA DO TRT,ENTRARAM COM EMBARGO DECLARATORIO.RESUMINDO:ESTÃO MENTINDO MAIS UMA VEZ PARA A JUSTIÇA QUE É O SINDIVIGILANTES QUE REPRESENTA A CATEGORIAE NÃO O SINDSEG,POR ISSO TERÁ OUTRA AUDIÊNCIA NO TRT17 NOS PROXIMOS DIAS PARA O JULGAMNETO DO EMBARGO DECLARATORIO.ALERTA AS EMPRESAS ESTÃO FAZENDO REUNIÕES COM O PESSOAL DO SINDIVIGILANTES E RECOLHENDO ASSINATURAS PARA SER USADA CONTRA O DISSIDIO, QUE O SINDSEG E A CATEGORIA CONQUISTARAM COM MUITA LUTA,NÃO ASSINEM NADA!!TEM ALGUNS VTS QUE JÁ LIGANDO PARA O SINDSEG DIZENDO QUE ASSINARAM, ORIENTADOS PELAS EMPRESAS E DESCOBRIRAM QUE FORAM ENGANADOS, E JÁ SE COLOCARAM Á DISPOSIÇÃO PARA NO DIA DA AUDIÊNCIA NO TRT17 DESMASCARAR MAIS UMA ARMAÇÃO CONTRA OS TRABALHADORES...SE NÃO EXISTISSE O SINDIVIGILANTES NÃO ESTARIAMOS PASSANDO POR ISSO ...MARCELO E O PATRONAL COM MAIS UMA ARMAÇÃO CONTRA O TRABALHADOR. SINDSEG-GV